Inovando para Internacionalizar

Postado em 27 de fevereiro de 2020 / , ,

Quando nos deparamos com empresários que questionam sobre como levar sua empresa para Portugal, a resposta é sempre a mesma: “Você está preparado para uma jornada transformacional do seu negócio?”

Bem, vou explicar melhor o que acreditamos ser um processo de internacionalização. Mas, para isso, gostaria de trazer algumas reflexões e apresentar-lhe o Atlantic Ignition.

Veja a imagem abaixo:

Apresento nesta imagem os maiores desafios envolvidos em um processo de internacionalização. Dificuldades em contratar recursos humanos qualificados está diretamente ligado ao grau de aculturamento da empresa que está fazendo o processo de internacionalização.

Quando apresentamos Portugal como porta de entrada para empresas brasileiras, um dos pontos que analisamos exaustivamente é o componente cultural. Somos próximos em muitos aspectos e, por consequência, construir time, treina-los e desenvolver liderança, desde que feito com as devidas orientações e metodologias, existe uma maior possibilidade de êxito em Portugal do que em qualquer outro país do planeta, tendo é lógico como origem da empresa interessada, o Brasil.

Montar um time é apenas um dos desafios em todos os cases que estudamos de empresas que já levamos para Portugal. A falta de conhecimento de contatos, ou seja, pessoas que realmente possam dar ou prover acesso a tomadores de decisão tem, de forma crucial, uma importância estratégica no sucesso deste processo. Não estou falando sobre rastrear no Linkedin os contatos que você, empresário, acredita serem os melhores. Bem, esse pode ser um canal. Mas confesso a você que em nossa experiência, ele pouco trará resultados. Em Portugal, o networking verdadeiro tem um peso incrivelmente impactante. Temos construído ao longo dos últimos anos uma sólida base de interlocutores em todas as instâncias, sejam elas privadas, governamentais ou ainda agentes de fomento, bancos ou prestadores de serviços. Nós,  da Atlantic Hub, sabemos como conectar quem realmente importa com quem realmente quer fazer a diferença em Portugal.

Sabe aquela frase que nem tudo o que é visto é percebido? Bem, isso ocorre muito quando estamos diante de uma nova cultura onde nem tudo que antes tinha sentido, continua com o mesmo sentido. Estou dizendo que, saber o que realmente importa com informações relevantes e estratégicas poupam o investimento de recursos ou ainda o retrabalho.

Em conjunto com a Inodev, empresa Portuguesa que a mais de dez anos em Portugal desenvolve estudos estratégicos de mercado, desenvolvemos uma forte base de dados e acesso às informações mais estratégicas de Portugal, Europa e demais continentes com especial ênfase aos países lusófonos. Com esta base, auxiliamos a ordenação das ações, desenvolvemos planos de negócios e atribuímos as corretas dimensões a cada uma das áreas sensíveis, porém acima de tudo com as informações mais relevantes.

Ainda analisando a figura acima, temos nos deparado com alguns segmentos que sentem dificuldade em entender questões logísticas, porém, o que temos percebido é a relevância que existe no tema da ordenação do local de atuação das companhias que iniciam suas operações em terras portuguesas. Estudamos a fundo o ecossistema empreendedor de Portugal, sejam eles hubs de inovação, espaços para instalação de indústrias, escritórios, laboratórios de desenvolvimento, mão de obra a partir de universidades ou mesmo oportunidades em incubadoras, condomínios empresariais ou apenas um espaço em um coworking ou sala comercial. Nossa experiência nasce da prática. Desta forma, custo, benefício e recursos disponíveis para expansão são sempre pontos basilares do nosso trabalho tendo em vista a análise de locais que planejamos a melhor acomodação da empresa ou ainda das pessoas que irão liderar este projeto em Portugal.

Percebe que quando falamos de internacionalizar não estamos falando apenas dos impostos que encontraremos no país desejado, das oportunidades quanto o financiamento ou ainda das possibilidades que temos em abrir um novo mercado. Internacionalizar pela ótica que criamos na Atlantic Hub em conjunto com a Inodev está intrinsecamente ligada a reorganização da empresa para a correta adaptação dos negócios no país pretendido. Sinceramente, nós vemos menos este processo como internacionalização e mais ligado à inovação. Quando abríamos as portas da nossa empresa a este processo e nossas mentes as novas experiências estamos na verdade transformando nossas empresas para uma nova mentalidade.

Começa a surgir para as empresas que aderem a este processo uma nova mentalidade global, mais aderente ao mundo, porém sem perder seu DNA e ainda contando com a porta de entrada mais estratégica mundial para nós empresários brasileiros.

Liderança, equipe, conexões, informação e estrutura correta são pilares do processo Atlantic Ignition. Cansamos de ver empresários brasileiros colocando em risco sua segurança familiar e seus negócios. Desenvolvemos o processo Ignition justamente para sistematizar o que, na prática já comprovamos. Pretendo aprofundar mais sobre a própria metodologia do Ignition em outros slides, mas confesso a você empresário: Estamos falando aqui de transformação de vidas, não de negócios.

Comece a pensar como você pode, em sua empresa, desenvolver o discurso ou mesmo inserir em sua dimensão de cargos dentro da hierarquia, uma visão de levar pessoas para Portugal, aprofundando e estruturando uma operação no mundo, podendo assim atender, crescer e vender mais para o próprio Brasil.

Experiência, metodologia e prática! Apenas acreditamos no que possa ser vivido e provado. Desta forma, venha conosco para Portugal através do Atlantic Ignition. Para saber mais, acesse nosso site, www.atlantichub.com.

Sou Benicio Filho Country Manager Brasil da Atlantic Hub e acompanho as turmas do Ignition no Brasil e em Portugal. Venha conosco criar uma nova visão de mundo para sua empresa!