Oportunidades de negócios em Portugal: 5 melhores mercados para investir

Tempo estimado de Leitura: 11min

Postado em 15 de outubro de 2020 / , ,
Compartilhe:

As oportunidades de negócios em Portugal se multiplicaram. Apesar de ser um país pequeno e com pouco mais de dez milhões de habitantes, o país ostenta excelentes números quando analisamos aspectos econômicos, segurança pública e estabilidade política. 

Para nós, brasileiros, segurança é um dos principais pontos que nos levam a considerar mudanças de vida. Mas, recentemente, nossa instabilidade política por vezes drena nossa capacidade de investimento ou alimenta temores que acabam por reduzir o fluxo de capital.

Quando pensamos em investir fora do Brasil, lembrando que ter investimentos em moeda forte, muitos países vem a nossa cabeça. Tenho certeza que a grande maioria não pensaria em Portugal como uma das opções.

Bem, estou aqui para ajudá-lo a colocar Portugal no radar. Tenho certeza que as oportunidades de negócios em Portugal podem fortalecer seus planos de internacionalizar ou ainda criar um novo portfólio de investimento ou apenas dinamizar sua atual carteira.

Investir em Portugal é bem diferente de investir no Brasil. Por lá os juros bancários são menores que 3% ao ano, inviabilizando papéis bancários e outros produtos comuns no Brasil. Quando falamos de oportunidades de investimento em Portugal estamos falando de economia real.

Cinco melhores mercados para investir em Portugal

Elencamos os cinco principais mercados que guardam boas oportunidades para investimento ou que representam tendências de crescimento. 

Em um momento como o que vivemos, o óbvio precisa ser dito. Quase tudo está em transformação ou já mudou. Sendo assim, vale a pena analisar com calma os mercados que irei comentar a seguir. 

Como não poderia deixar de ser, guardei um sexto segmento que a Atlantic Hub começou a atuar neste ano e que reserva excelentes oportunidades de crescimento. Vamos a eles.

 

 

Turismo

Uma parte grande dos brasileiros que querem trabalhar, empreender ou mesmo investir em Portugal olham o setor de turismo com atenção em Portugal. Em especial neste momento que vivemos, o setor de turismo será completamente renovado. 

Veremos um novo modelo de turismo surgir e isso representa uma enorme oportunidade. Portugal guarda paisagens belíssimas, clima agradável, culinária diferenciada e um território que é possível percorrer de carro em pouco mais de três horas. 

Europeus e americanos estão entre os turistas que mais visitam Portugal. Além de tudo isso, o setor de turismo cresce ano a ano de forma impressionante em Portugal. Com pouco mais de dez milhões de habitantes, Portugal recebe anualmente mais de 20 milhões de turistas. 

Somam-se a estes números o faturamento de mais de 12.6 bilhões de euros. Não reside nenhuma dúvida que este segmento continuará sendo super importante para Portugal. Vale a pena estar atento as oportunidades deste setor. 

 

 

Mercado imobiliário

Este segmento, literalmente, foi descoberto pelos brasileiros nos últimos anos. Muitos que compraram imóveis em Miami ou em Orlando, hoje compram imóveis em Portugal. Ainda existem excelentes oportunidades neste segmento por lá. 

Recentemente escrevemos dois artigos específicos sobre este setor em Portugal, para saber mais leia o artigo abaixo:

https://www.atlantichub.com/2020/08/07/investimento-no-mercado-imobiliario-de-portugal/

https://www.atlantichub.com/2020/07/27/investimento-em-imoveis-bom-caminho-para-portugal/

Os preços em Portugal podem chegar a 30% dos valores cobrados em Paris. Por sua vez, como já dito, Portugal é tão ou mais interessante que a capital francesa. Boa oferta de imóveis, boas localizações e ainda com um maravilhoso mar, esses itens elevam Portugal para outro status.

Podemos ajudá-lo neste segmento com os melhores parceiros e com as melhores oportunidades. Entre em contato conosco para saber mais.

 

 

Startups

Neste segmento posso dizer que sou um entusiasta. Eu mesmo, em particular, faço investimento em startups há mais de 10 anos. Tenho um portfólio com mais de trinta investimentos e apenas neste ano dois exits (evento de liquidez que o investidor tem sua remuneração de volta após sua investida ser comprada por outra empresa). 

Portugal tem se destacado nos últimos anos neste setor justamente por ter colocado como estratégia governamental o empreendedorismo com base tecnológica. 

Apenas para citar um dos movimentos em andamento em Portugal eu destaco o maior evento do ecossistema de inovação do mundo o Web Summit.

Para saber mais sobre o Web Summit, escrevemos vários artigos em nosso blog, destaco dois deles:

https://www.atlantichub.com/2019/11/18/um-breve-sopro-da-historia-web-summit-2019/

https://www.atlantichub.com/2019/11/25/ha-uma-nova-onu/

Por oferecer hoje uma mão de obra com valores interessantes, custos de vida relativamente baixos quando comparado a Europa, boas universidades e grandes hubs de inovação. Bem, por tudo isso e muito mais afloram empresas de tecnologia muito interessantes em Portugal. 

Investir em startups é acreditar nos empreendedores e poder receber seu retorno em múltiplos. O mais interessante ainda é que você pode atuar como investidor-anjo e desenvolver novas habilidades em um mundo em transformação.

Imagine poder atuar como investidor aprendendo com isso e ensinando com tudo que já tem de conhecimento. Gostou disso? Pois bem, você pode investir neste segmento com a Core Anges. Core Angels é nosso braço de investimento em Startups. 

Relaciono abaixo dois artigos sobre este tema. Vale a pena ler. 

Investimento Anjo: Bolso , mente e Coração

Brasileiros investindo em Startups brasileiras em Portugal

 

 

Importação e exportação

Neste segmento seria bem complicado destacar todas as oportunidades que existem em Portugal. Você,  assim como eu, já deve ter comprado ou mesmo compra sistematicamente produtos portugueses para sua casa. 

Vinhos, azeites, bacalhau, sardinhas, etc. A lista é enorme de produtos que consumimos dos nossos irmãos portugueses. Você pode dizer que este mercado já está super estruturado, mas não se iluda. Ele cresce ano a ano representando uma excelente oportunidade. 

Por outro lado, exportar produtos brasileiros para Portugal, podemos dizer que estamos apenas engatinhando. Temos em diversos segmentos um grande universo para explorar.

Podemos ajudá-lo. Temos um especialista neste segmento que poderá iniciar seu entendimento sobre as oportunidades ou ainda construir com você este segmento. 

 

 

Serviços

Tradicionalmente, os brasileiros gostam do setor de serviço para empreender ou mesmo investir. Nós mesmos, da Atlantic Hub, somos sócios em Portugal de uma rede de pizzarias. Este segmento é bastante impulsionado pelo turismo e representa uma boa fatia de crescimento para a economia. 

Se por um lado empreender no setor de serviços não é nada simples, investir nele pode ser uma boa opção, pois você não precisa estar diretamente ligado ao negócio. 

Alguns grupos oferecem boas oportunidades neste setor e será um prazer ajudá-lo. 

Escrevemos alguns artigos sobre o porquê de empreender em Portugal e sobre aderência do seu produto ou serviço por lá. Vale a pena leitura. 

Seu produto ou serviço tem mercado em Portugal

Porquê Portugal?

 

 

Franquias 

Como prometi, o sexto segmento que representa uma ótima oportunidade de negócio em Portugal é o segmento de franquias. Inauguramos neste ano este segmento. 

Em Portugal as franquias têm atuação similar a nossa, porém poucas marcas brasileiras estão atuando em Portugal. O ponto interessante é que eles gostam dos nossos produtos que já gozam de certa credibilidade. 

Uma franquia oferece um modelo consolidado e já vencedor. Para quem quer empreender, mas não deseja começar um negócio do zero, ter uma franquia pode significar a concretização de um sonho. 

 

 

Temos especialistas que atuam conosco em Portugal que poderão ajudá-lo a entender qual a melhor franquia para você. 

Bem, caminhamos por seis segmentos que representam uma ótima oportunidade de investir em Portugal. Desejo que você leia, reflita e entre em contato conosco. 

Forte abraço. 

 

Sobre o autor,

Benício Filho

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela UNIFESP em Neurologia Oftalmológica na área de Empreendedorismo e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Co-Fundador da Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal), atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros. Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 300 eventos (número atualizado em dezembro de 2019). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul) bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”.

 

Compartilhe:

Posts Relacionados


Portugal para Empresas Brasileiras: Oportunidades além de Porto e Lisboa

Quando pensamos em Portugal, já logo pensamos em Lisboa, certo? E imagino que para quem planeja internacionalizar uma empresa ou Read more

Transformando sua empresa em uma multinacional através de Portugal

Somos constantemente acionados por empresários brasileiros sobre a oportunidade que existe para internacionalizar empresas ao mundo. Escrevemos frequentemente sobre este Read more

O que tenho que saber antes de comprar uma franquia em Portugal

Empreender é relativamente simples, mas não é fácil, ainda mais quando o projeto visa outro país. Muitos empreendedores pensam que Read more

Por que Resolvi Empreender em Portugal

Lembro como se fosse hoje quando, aos 17 anos, disse ao meu pai que iria empreender. Ele saltou do sofá Read more