Férias de fim de ano com longa duração em Portugal

Tempo estimado de Leitura: 6min

Postado em 8 de dezembro de 2020 /
Compartilhe:

Com o período de festas de fim de ano se aproximando, a busca por lugares para passar as férias só aumenta. 2020 foi um ano atípico, é verdade, mas sabemos que em dezembro os aeroportos já começam a lotar e muitas pessoas seguem rumo ao tão desejado (e merecido) descanso.

Diferentemente dos Estados Unidos, por exemplo, estamos acostumados com um longo período de férias no fim do ano, em que já incluímos as datas festivas de Natal e Ano Novo. Ou seja, comemoração tripla.

E por que não aproveitar esse período entre dezembro e fevereiro para desfrutar Portugal e todos os encantadores destinos que o país oferece?

Pois bem, já em ritmo de férias e final de ano, o texto de hoje é sobre longas e prazerosas experiências no país europeu para toda a família através da rede de hotéis de luxo O Martinhal  – seja para você que está só buscando descanso e diversão ou para você que está descobrindo Portugal como um novo lar.

 

 

Viver, amar e curtir Portugal: férias prolongadas com o merecido descanso

Sabemos que muitos pais aproveitam esse período de fim de ano para tirar férias e acompanhar as crianças nesse momento de lazer, afinal, família unida é garantia de risadas e boas lembranças.

Portugal traz segurança, qualidade de vida e novos desbravamentos. A verdade é que está na hora de irmos além de Porto e Lisboa e nada melhor que um longo período de férias para aproveitar o momento e conhecer novos lugares como Cascais e Algarve, por exemplo.

E mais do que viajar e curtir, aproveitar o momento para se conectar com Portugal, que tem sido cada vez mais palco de grandes mudanças e migrações, além de um crescimento exponencial no que diz respeito a novos empreendimentos e tecnologia.

Um país com infinitas aventuras e novidades está esperando por você!

Seria essa, então, a oportunidade perfeita para descansar e ao mesmo tempo desbravar o que as cidades portuguesas podem oferecer? Temos certeza que sim. E com a experiência completa, difícil vai ser não voltar para o Brasil encantado. Ou melhor… difícil vai ser querer voltar!

Nós já falamos por aqui sobre a grande importância de se planejar e levar a família junto nesse momento tão decisivo. Inclusive, sugiro a leitura deste artigo aqui para complementar esse momento: https://www.atlantichub.com/2020/10/08/por-que-resolvi-empreender-em-portugal/

Entendendo essa grande demanda e necessidade das famílias, a experiência completa já foi planejada por você e para que todos possam aproveitar esse período da melhor forma possível – afinal, férias em família é sinônimo de boas lembranças, lembra?

 

 

O Martinhal: experiência completa para toda a família

Se você está planejando uma mudança para Portugal, vai precisar de um certo período de pesquisa e adaptação – e por que não unir o útil ao agradável? Planejamento e descanso em família!

Pensando nesse momento, O Martinhal conta com a hospedagem de longa duração para famílias.

Você pode conferir maiores detalhes neste link aqui: https://www.atlantichub.com/2020/10/30/viver-e-amar-portugal-o-conforto-ideal-para-quem-esta-de-mudanca-para-o-pais/

Para quem serve a hospedagem de longa duração do grupo Martinhal?

Respondendo de forma simples e direta, a hospedagem de longa duração do grupo Martinhal funciona para todos que desejam viver experiências completas e inesquecíveis, seja em família ou de forma individual, com destaque para aqueles que estão em busca do visto D7.

D7 é o visto português fornecido para aposentados ou pessoas titulares de algum rendimento e para quem está passando pelo processo de solicitação do visto, estar presente no país e planejar a mudança, ter um ambiente acolhedor e que o abrace como se estivesse em casa, é excelente.

Por ser um grande facilitador e exigir menos investimento, muitas pessoas recorrem a esta opção como forma de migração para Portugal.

Para receber o visto D7, o requerente precisa ter um ganho mensal equivalente a um salário mínimo vigente (cerca de 600 por mês), que seja garantido por pelo menos 12 meses, período este também de duração do visto permanente.

Naturalmente, os valores precisam ser comprovados mediante documentação e é necessário também que esse valor seja facilmente acessado em Portugal.

Importante dizer que para incluir algum agregado familiar, é necessário que ele tenha ao menos 50% do valor do salário mínimo, ou seja, o equivalente a 300 por mês.

Já para incluir crianças ou jovens menores de 18 anos, o valor necessário para cada um deles é o equivalente a 30% do salário mínimo local, ou seja, pouco menos de 200.

E então, com o visto D7, já programou onde desfrutará os próximos anos em Portugal?

Compartilhe:

Posts Relacionados


Dia Mundial do Turismo – motivos para comemorar!

Dia 27 de setembro é o Dia Mundial do Turismo e não existe nada melhor do que terum bom destino Read more

O que esperar da economia portuguesa em 2021
Economia de Portugal

Depois de um ano como 2020, uma das maiores preocupações é em relação a economia portuguesa em 2021, principalmente para Read more

Atlantic Hub, o que podemos esperar de 2021
Atlantic Hub em 2021

Gostaria de começar este artigo refletindo com você sobre nossos aprendizados em 2020. Sim, é inegável que foi um ano Read more

Já combinou com sua família sobre morar em Portugal?

PORTUGAL COMO PROJETO DE VIDA Vivemos em um país incrível. Amo o Brasil incondicionalmente. Seu povo acolhe a todos com Read more