Empreender em Portugal não é fácil

Tempo estimado de Leitura: 12min

Postado em 3 de fevereiro de 2021 / ,
Compartilhe:

Quantas vezes sonhamos com algo sem ter realmente o pé no chão ou a noção exata do tamanho da encrenca que entramos e acabamos por transformar um projeto interessante em uma imensa tragédia? Bem

Empreender em Portugal não é fácil! Mas sejamos sinceros: em qual lugar do planeta empreender é algo simples e tranquilo? Caro amigo, não se iluda, empreender exige uma enorme resiliência e são poucos os que estão realmente animados e preparados para entrar no campo de batalha quando a questão é empreender. 

Quero fazer com você algumas reflexões sobre o porquê vale a pena empreender e destacar ao longo deste artigo as principais dificuldades para quem quer empreender em Portugal sendo brasileiro. 

Em meus artigos, lembro sempre que não partimos do nada quando apontamos Portugal como uma oportunidade para nós. Mas nunca, jamais, dizemos que isso seja fácil. 

Escrevi um artigo recentemente falando de como Portugal surge como oportunidade para brasileiros, vale a pena ler o artigo abaixo: 

https://www.atlantichub.com/2020/03/02/como-um-processo-de-inovacao-pode-elevar-as-chances-da-sua-empresa-na-europa/

A primeira reflexão que faço com você é o porquê empreender. Já parou para pensar sobre isso? Veja a imagem abaixo:

 

 

Esta imagem abre o livro ‘Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes’, do escritor Stephen Covey. Nesta obra, após muitos estudos, o autor descreve de forma muito didática como construir novos hábitos. Porém logo no começo do livro o questionamento que ele faz é: Qual legado queremos deixar no mundo?

A resposta a esta pergunta deveria nascer quando refletimos sinceramente sobre legado. Nosso legado é nossa entrega e empreender é uma forma incrível de construir legado. Quem empreende resolve problemas assim, pode substancialmente melhorar a vida dos outros e do planeta. 

Empreender não é fácil e quando falamos em empreender em outro país, mais complicado parece que a coisa fica. Muitos dos desafios de empreender em Portugal sendo um brasileiro nascem da dificuldade que temos em respeitar a cultura e os modos locais deixando de lado nosso jeito de fazer tudo. 

Uma nação como Portugal já vivenciou e amadureceu muito. Apesar de sermos hoje um enorme contingente, Portugal continua guardando suas características muito definidas e individuais. Somos estrangeiros quando empreendemos em Portugal e por mais que pareça que conhecemos os portugueses, garanto a você que muito temos que aprender sobre eles. 

NA MUDANÇA DE ERA PROMOVIDA PELA TECNOLOGIA FICAMOS AINDA MAIS DIFERENTES

Uma das maiores diferenças que vejo atualmente entre brasileiros e portugueses acontece no universo digital. Quase a totalidade das atuais companhias de tecnologia utilizam o Brasil como seu campo de teste pela fácil adoção que temos destes recursos.

Facebook, Waze, Uber e Whatsapp são alguns exemplos. Adoramos utilizar apps e eles se tornam ferramentas do nosso dia a dia. Trocamos de celular com uma frequência que surpreende. Neste ponto, enquanto trocaremos três vezes de celular um português irá trocar uma única vez. 

A questão central é que eles não utilizam o universo digital como nós. Vendo a figura abaixo, que caracteriza os movimentos de transformação da sociedade seria como se os portugueses estivessem na era digital e nós mergulhados no pós-digital, já refletindo enquanto sociedade uma certa embriaguez do uso em demasia da tecnologia no dia a dia. 

 

 

Vale lembrar que a Europa foi o berço das revoluções renascentistas e industriais. Eles viveram em profundidade as transformações da sociedade com o advento das inovações que tanto marcaram nossas vidas dos últimos séculos. 

A questão que coloco é que empreender em Portugal pressupõe compreender como a sociedade portuguesa lida com as inovações e o quanto algo novo irá realmente fazer parte do dia a dia. 

É comum quando se está acostumado ao dia a dia em Portugal ouvir que eles são abertos, super claros em suas negociações e corretos no que decidem. Mas jamais se esqueça que a tendência é que prevaleça a posição dele. 

Fazer um português mudar de posição ou conceder algo é quase como querer mudar a cor da bandeira do seu país. Isso dificilmente irá ocorrer. 

Sempre entre em uma negociação com um português certo do que você quer. Seja firme em sua posição mesmo que o outro lado eleve a voz ou faça um milhão de argumentações contra sua posição. 

 

 

QUEM EMPREENDE NO BRASIL SABE O QUE É BUROCRACIA 

Quem já empreende no Brasil sabe bem o que é burocracia. Durante a pandemia, tentei abrir uma empresa em São Paulo. Foram cinco meses para sair um CNPJ simples. Enquanto isso, em Portugal, continuamos abrindo o que chamamos de empresa na hora.

Temos um passo a passo de como abrir uma empresa em Portugal, no artigo abaixo aprofundo este tema:

https://www.atlantichub.com/2020/08/11/como-abrir-uma-empresa-em-portugal/

Olhando por esse prisma, parece bem fácil abrir uma empresa por lá. Mas a questão é que por mais simples que o sistema seja, você irá precisar resolver tudo na hora e neste momento, a velocidade deles pode ser para nós, acostumados a morosidade do estado, um ponto complicado. 

Ter claramente o que você quer empreender em Portugal é muito importante. E também aqui nossa energia em empreender quase sempre nos leva em Portugal ao fracasso. Queremos empreender no que já é sucesso no Brasil. Não funciona assim. 

Saber se seu produto tem mercado e terá aceitação dos consumidores é muito importante. Quando a Atlantic Hub começou suas operações em Portugal, justamente foi esta nossa energia, mas o grande despreparo em construir negócios duradouros em Portugal que provocou nossa ação. 

Nossas reflexões, estudos e análises de cases fizeram com que iniciássemos uma trajetória com uma metodologia que fosse a coluna vertebral em um processo de empreender em Portugal para brasileiros. Um dos frutos disso foi um estudo de aderência de mercado que fizemos sob medida para empresas brasileiras que queiram empreender em Portugal. 

Vale a pena ler o artigo abaixo e entender como o Market Fit pode ajudá-lo:

https://www.atlantichub.com/2020/07/13/o-seu-produto-tem-fit-com-o-mercado-portugues/

Uma vez tendo fit com o mercado lusitano, fica bem mais fácil iniciar as ações. O material que é resultado do estudo para o mercado pretendido irá nortear suas ações e com certeza deixará claro para você se vale a pena ou não continuar o sonho de empreender em Portugal. 

Como já dissemos: empreender em Portugal não é fácil. A começar pela compreensão da linha que irei ter que fazer. Termos com sentidos completamente diferentes são apenas o começo. A literalidade na expressão falada por eles ou ainda os termos e entonações que não fazem sentido para nós também necessitam nossa atenção. 

COMPREENDER O PROPÓSITO EM NOSSA VIDA REDUZ OS DESAFIOS DE EMPREENDER EM PORTUGAL

Quando compreendemos o porquê queremos empreender, certamente estamos na busca do que somos e o que queremos enquanto seres humanos. Reflito sobre este tema há anos em minha vida, tendo construído inclusive cursos sobre este tema. 

Mas por onde começamos quando pensamos em responder algumas questões essenciais? Bem, eu diria que devemos começar justamente respondendo as questões. 

Veja a imagem abaixo:

 

 

Quando reflito sobre o que amo fazer e entendo que isso faço realmente bem (o que amo fazer pode apenas ser um hobby e está tudo bem.), devo aprofundar a reflexão e literalmente perguntar se o mundo precisa disso. 

Se a resposta for positiva, acredito que muitas pessoas pagarão pelo que você faz. Isso já é um bom começo. Agora você precisa, como temos tido ao longo deste texto, saber se existe fit ou não para seu produto ou serviço em Portugal. 

Como você já percebeu, gostamos muito de escrever sobre o que vivemos. Abaixo, deixo com você mais um artigo sobre ter ou não fit do seu produto ou serviço em Portugal:

https://www.atlantichub.com/2020/09/23/empreender-em-portugal-nao-basta-ter-produto-ou-servico/

Mas não tenha dúvida, empreender é incrível. 

Temos a possibilidade de fazer algo que amamos, ganhando dinheiro e mudando vidas. Fico feliz em poder ajudar mais e mais brasileiros a construírem novas histórias empreendendo em Portugal.

Faça da maneira correta, planeje muito, afinal estamos falando de uma mudança radical na vida. Tenha reserva financeira. Conte com os melhores parceiros, pois em Portugal o estrangeiro é você.

Ficou com dúvida ou quer aprofundar as possibilidades que existem de empreender em Portugal? Entre em contato comigo que terei o maior prazer em conversar com você.

Envie uma mensagem no link abaixo e conte conosco. 

Forte abraço.

 

Quer levar sua empresa para Portugal

 

Sobre o autor,

Benício Filho – 

Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente também está concluindo o curso bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Co-Fundador dá Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio fundador da Agência Incandescente, sócio fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal), atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros. Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul) bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas”.

Compartilhe:

Posts Relacionados


Diferenças culturais que o brasileiro deve saber para empreender em Portugal

Temos nos últimos cinco anos ajudado muitos brasileiros a empreender em Portugal. Já somam-se mais de 500 brasileiros que de Read more

Por que Resolvi Empreender em Portugal

Lembro como se fosse hoje quando, aos 17 anos, disse ao meu pai que iria empreender. Ele saltou do sofá Read more

Empreender em Portugal: saiba quais são os melhores segmentos

Empreender em Portugal se transformou no sonho de muitas pessoas, desde que o país europeu tem ganhado força e oferecido Read more

Empreender em Portugal não basta ter produto ou serviço

Pesquisando rapidamente no Google, descobrimos que a sentença ‘empreender em Portugal’ tem sido uma das mais pesquisadas pelos brasileiros nos Read more