Afinal, o que é o Franchising?

Tempo estimado de Leitura: 8min

Postado em 10 de junho de 2021 / ,
Compartilhe:

Afinal, o que é o Franchising? Aqui vai uma breve história

Se você é brasileiro, muito provavelmente, pela influência americana, já deve ter ouvido falar ou pelo menos já ouviu alguma marca mencionar que “sim, somos uma franquia” ou “sim, vamos franquear a nossa marca”, pois esse modelo de expansão está muito bem consolidado no mercado brasileiro. 

O mercado europeu também não fica atrás. Portugal, por exemplo, possui também um sistema de franchising muito rico e inovador, que foi se adaptando à realidade portuguesa de forma que as regras e normas, bem como a forma de fazer negócio, ficasse na medida certa para as necessidades deste país incrível e que recebe tão bem investimento estrangeiro. 

O franchising nasceu nos Estados Unidos  por volta de 1950 e muitas empresas como Máquina de Costura Singer,  a concessionária General Motors e a Coca-cola enxergaram vantagens e oportunidades em expandir seu negócio de forma organizada, mantendo a identificação da sua marca e formato de negócio. 

Quem já não teve vontade de abrir uma loja de Mc Donalds, “Amo muito tudo isso”, por ser fã da marca e adorar tanto o produto? Já teve a sensação de entrar em uma loja, se encantar com o design,  atendimento e conceito. Pronto! Quero um negócio igual a esse, sem tirar e nem por. 

Se você se identificou com essas falas, tenho uma boa notícia. É possível você ter esse mesmo negócio e ainda com todo apoio e suporte para administrá-lo. E o nome desse negócio é franquia. 

 

 

Bom, mas no que consiste realmente o Franchising? 

O entendimento é fácil. Franchising é ter vários clones do seu negócio espalhados por diversos lugares. Esse é o conceito. E aí você deve estar se perguntando como isso acontece. Então vamos lá!

O sistema de Franchising começa a partir de um negócio já estudado, estruturado e testado na sua totalidade pelo dono da marca (franqueador). Mas não é só isso, tem todo um processo a ser cumprido. 

Primeira coisa inicia-se com o registro da Marca. Não existe franquia sem marca. A marca é um ativo.

Durante todo o processo de criação e de abertura da loja, o dono da franquia teve que planejar muito bem sua empresa financeiramente, estrategicamente, definir o público-alvo, mercado de atuação e  com certeza, elaborar um bom plano de marketing.

Após algum tempo no mercado, essa marca já conhece os seus concorrentes, bem como já sabe o que funciona para o seu público, que tipo de produto vende mais na sua loja e em que período, ou seja, começa já a entender a sazonalidade dos produtos (quando estão mais em alta e mais em baixa). O franqueador já percebe muito bem o seu negócio.

Pois bem, senhoras e senhores, neste momento estamos prontos para poder franquear a sua marca. Inclusive, sugiro um conteúdo que aborda isso muito bem: Como franquear a minha marca em Portugal

O dono da empresa (futuro franqueador) cria a loja modelo (que é a loja que será replicada) e começa a vender a franquia em si, que é o que? Nada mais é do que vender o direito para o futuro franqueado de poder comercializar os seus produtos, com o seu logotipo, a sua marca e o seu conceito. 

Quem compra a franquia (franqueado) terá acesso ao know-how daquela marca, como ela produz os produtos, como ela vende, operação e todo o resto.  Por isso que todas as lojas do McDonald ‘s (uma franquia americana) e do Boticário (franquia brasileira), são iguais.  

Nunca reparou que as marcas que são franquias, as lojas são as mesmas, não importa o país? Obviamente que o cardápio / alguns produtos  podem sofrer alterações, mas o conceito/propósito base está todo ali, em qualquer lugar do mundo. A marca não perde a identidade!

 

 

Benefícios do Franchising 

Nesta altura do artigo você já deve ter reparado que esse sistema é um ótimo modelo de diminuição de riscos e de impactos para quem deseja abrir um negócio próprio, mas sem os inconvenientes e as incertezas que todo empresário possui quando começa algo do zero. 

Nada disso acontece aqui, pois o franqueado adquire todo o conhecimento e experiência de mercado da marca, recebe treinamento e apoio do franqueador, que também cobra um valor por tudo isso (royalties). 

Todos saem ganhando nesse modelo, e por isso que faz tanto sucesso, por ser uma estratégia de transformar pequenos negócios em grandes marcas. É considerado como um novo canal de distribuição pois permite uma diversidade de formatos de negócios para a mesma franquia. 

No entanto, engana-se e muito quem acha que não precisa trabalhar, ou que pode trabalhar menos quando adquire uma franquia. A “fórmula” pode estar pronta, mas o desempenho e performance do serviço e da gestão de loja é toda do franqueado. Ele dará o seu tom, porém deve cumprir  à risca as regras da franqueadora. E tanto faz o país, Brasil ou Portugal. 

E então, você já é um expert do franchising? A Atlantic Hub possui serviços especializados em Portugal para te ajudar em todo este processo de compra de franquia e também para o franqueador que deseja internacionalizar a sua franquia. 

Estaremos mais do que felizes em te apoiar e fazer parte deste sonho!! 

 

 

Sobre a autora,

Fernanda Borges Esposito, é formada em Gestão com MBAs em Gestão de Negócios & Empreendedorismo e Trade Marketing pela BI International Business School, e especializações em Marketing  e Gestão de Terceiro Setor. Executiva com mais de 20 anos que desenvolveu e liderou projetos e iniciativas inovadoras com foco em Internacionalização, Planejamento Estratégico, Marketing, Retalho, Franchising, Sustentabilidade e Empreendedorismo social no Brasil e no exterior. Fez parte do comitê de sustentabilidade da NRF em Nova York (National Retail Federation), bem como fez parte do comitê de criação dos indicadores de sustentabilidade para franquias do Instituto Ethos. É sócia fundadora da 2Luck, empresa de consultoria de novos negócios e internacionalização, em Portugal, com metodologia própria aplicada em empresas de diversos segmentos e Head of Franchising da Atlantic Hub. É palestrante e formadora nos cursos da APF – Associação Portuguesa de Franchising e mentora no Programa Google for Startups Accelerator. Foi também vencedora do prêmio “Franchising de Baixo Carbono” pela ABF- Associação Brasileira de Franchising e do prêmio Internacional do programa Exportação de Frutas Brasileiras em conjunto da Apex.

Compartilhe:

Posts Relacionados


Setor de saúde para negócios em Portugal

Muitos setores têm ganhado destaque nos últimos anos em Portugal e a saúde é um deles. Confira nosso conteúdo para Read more

Como franquear a minha marca em Portugal?

Sempre que falamos em internacionalização de uma marca ou de uma empresa, não podemos deixar de falar na própria marca Read more

O que esperar da economia portuguesa em 2021
Economia de Portugal

Depois de um ano como 2020, uma das maiores preocupações é em relação a economia portuguesa em 2021, principalmente para Read more

Atlantic Hub, o que podemos esperar de 2021
Atlantic Hub em 2021

Gostaria de começar este artigo refletindo com você sobre nossos aprendizados em 2020. Sim, é inegável que foi um ano Read more