Como saber se estou pronto para franquear minha empresa?

Tempo estimado de Leitura: 10min

Postado em 7 de julho de 2021 /
Compartilhe:

Todo empreendedor que tem uma loja, um comércio, uma marca, um conceito bacana e o desejo de abrir unidades e ver o seu negócio expandir. Principalmente quando seu cliente é fã da sua marca, tem o desejo de ter o seu negócio e pergunta a ele, se não tem planos de franquear o seu negócio ou a sua empresa.

Será que esse é o momento de expandir a sua marca? Apenas a paixão pela sua marca ou conceito basta? Claro que não!

Franchising (ou franquias) é um modelo de expansão que permite você clonar o seu negócio em diversos lugares, mantendo o mesmo padrão, produtos e preço. Ou seja, tudo igual, porém a gestão é feita pelo franqueado.

Para que você possa estar preparado para franquear a sua empresa, seja no Brasil, Portugal ou em qualquer lugar, erre bastante. Como assim?

Erre, tente, planeje, teste, faça os ajustes, defina metas, execute, entenda o seu negócio a fundo. De ponta a ponta.

Se é no segmento de restauração por exemplo, teste o cardápio. Veja e experimente os produtos, comidas, petiscos, quais são os mais vendidos, período, sazonalidade, entenda o ciclo dos produtos. 

Faça promoções, combos e o mais importante de tudo, anote o passo a passo, mensure e perceba muito bem os acontecimentos e as respostas do seu negócio. Marque o tempo de cozimento, meça a quantidade de cada ingrediente para fazer aquela refeição.

Nossa, mas precisa de tanto detalhe e precisão? A resposta é SIM!

Veja, todo negócio é composto por: Estratégias, Operacional, Financeiro, Recursos Humanos, Comercial e Marketing. Não basta ter um plano muito bem feito no papel, apenas para você, dono da marca,  é necessário que ele funcione e opere de forma a ser bom tanto para o franqueado como para o franqueador.

Diversas empresas e donos de negócio procuram franquear a sua marca também como uma forma e processo de internacionalização, pois como já dissemos, o franchising é uma forma de levar o conhecimento do conceito da empresa para mais longe, de forma mais lucrativa e com crescimento orgânico. Te convido a ler o meu artigo,10 passos para franquear a sua marca para saber mais.

 

 

O desafio do franchising

Um dos desafios do empresário é identificar quando ele está pronto para franquear a sua empresa. É uma dúvida comum e muito frequente já que, para que isso aconteça, muita coisa dentro do negócio deve já estar bem definida, processos e operação muito bem alinhados e testados pelo menos. Existe uma agenda enorme a ser  cumprida para que sua franquia seja um sucesso.

Portanto, este artigo é para ti que deseja franquear a sua marca e não sabe como e nem se está no momento certo!

 

 

O que devo começar a analisar na minha empresa:

Algumas perguntas devem ser feitas para você mesmo, como empreendedor, para saber se está preparado para franquear a sua empresa.

Não basta simplesmente o seu negócio estar rodando perfeitamente, pois o sistema de franchising tem algumas características que devem ser levadas em consideração na sua totalidade.

Vou lançar aqui algumas provocações e depois, quero ouví-lo.

1 –  Estás preparado para contar o pulo do gato do seu negócio? Sem medo de ser copiado

O franchising tem como princípio a cessão de direitos da marca, a Transferência integral de conhecimentos e técnicas experimentadas, padronizadas e apoiadas em manuais, portanto, você está disposto a partilhar, contar o segredo do seu negócio?

O franqueado comprará o seu know-how, todo o conhecimento adquirido, experiência para que consiga replicar a sua marca e para isso, o franqueador precisa contar tudo. Transparência, cumplicidade e confiança. Esse é o tripé.

2 –  Consigo ser um bom líder e desenvolver o negócio em rede?

A relação entre o franqueador e o franqueado está estabelecida em contrato, entretanto não existe vínculo empregatício. Ambos têm seus direitos e deveres que devem estar muito bem compreendidos e, principalmente, os objetivos serem claros.

Um dos grandes desafios dos líderes é manter sua equipe unida, e liderar pelo exemplo, especialmente no Franchising, pois os franqueados devem seguir exatamente as regras e normas estabelecidas pela franqueadora.

Perceba que tem que ter habilidade para definir e  escolher o perfil ideal do seu franqueado. Desenvolver o sentido real de parceria, alinhamento constante de expectativa, está próximo e dar todo o apoio ao franqueado e engajar toda a sua rede em prol do objetivo comum.

 3 –  Está Preparado para receber feedbacks e “palpites” sobre o seu negócio?

Apesar de ter todo o know-how e conhecimento do seu negócio, da sua franquia, é essencial que o franqueador escute o franqueado. O papel do franqueador é de montar toda a estrutura e suporte de apoio para que o franqueado, que está na linha de frente do negócio consiga ter uma alta performance. Tanto na gestão da sua franquia e, principalmente, nas vendas. Portanto, o franqueado irá expôr a sua visão do negócio, dará sugestões, irá contestar as suas decisões e até  fazer o que acha certo para a sua franquia. Afinal, ele também é dono do negócio. Atente-se e prepare-se para gerenciar conflitos.

 4 –  Se achas que a franquia irá te dar um retorno rápido, repense essa decisão

O sistema franchising é uma construção em rede que o seu desenvolvimento depende da estrutura do franqueador, o modelo de negócio bem desenvolvido, do produto, ser uma marca credível, ter potencial de mercado, a escolha certa do franqueado e o seu desenvolvimento no negócio.

Portanto, se pensas em entrar para o sistema de franchising para vender franquia, com certeza, irá correr mal. O seu mindset tem que ser de criar um sistema sólido, perene com estrutura de suporte para o seu franqueado, com consultoria jurídica, marketing, consultores de campo, entre outras.  Esse é o espírito do franchising.

Ser franqueador é de grande responsabilidade. Pense que muitos empreendedores investem em sua franquia e acreditam no seu conceito. Muitos deles estão colocando a economia de uma vida em suas mãos.

Mais do que isso, a franquia é um grande sonho de muitos empreendedores.

Assim como nós, da Atlantic Hub, queremos ver o brilho nos olhos dos nossos clientes ao empreender em Portugal, através da compra de uma franquia ou na expansão da sua marca em outro país. Lidamos com pessoas, sonhos, famílias e expectativas. Temos que estar seguros dos nossos negócios.

Depois de todas essas dicas, fica quase que impossível não querer franquear a sua marca! Do que é que estás à espera? A Atlantic Hub está à sua espera na Atlantic Station em Portugal!!

Terei todo o prazer em falar contigo.

 

 

Sobre o autor,

Fernanda Borges Esposito

Fernanda Borges Esposito, é formada em Gestão com MBAs em Gestão de Negócios & Empreendedorismo e Trade Marketing pela BI International Business School, e especializações em Marketing  e Gestão de Terceiro Setor. Executiva com mais de 20 anos que desenvolveu e liderou projetos e iniciativas inovadoras com foco em Internacionalização, Planejamento Estratégico, Marketing, Retalho, Franchising, Sustentabilidade e Empreendedorismo Social no Brasil e no exterior. Fez parte do comitê de sustentabilidade da NRF em Nova York (National Retail Federation), bem como fez parte do comitê de criação dos indicadores de sustentabilidade para franquias do Instituto Ethos. É sócia fundadora da 2Luck, empresa de consultoria de novos negócios e internacionalização, em Portugal, com metodologia própria aplicada em empresas de diversos segmentos e Head of Franchising da Atlantic Hub. É palestrante e formadora nos cursos da APF – Associação Portuguesa de Franchising e mentora no Programa Google for Startups Accelerator. Foi também vencedora do prêmio “Franchising de Baixo Carbono” pela ABF- Associação Brasileira de Franchising e do Prêmio Internacional do programa Exportação de Frutas Brasileiras em conjunto da Apex. 

Compartilhe:

Posts Relacionados


Os erros mais comuns na internacionalização de empresas

Errar é humano, temos que aprender isso. Nossa cultura no Brasil não estimula o erro, pelo contrário, condena quem erra Read more

Como preparar sua empresa para a internacionalização

Quando pensamos em como preparar a internacionalização de empresas sempre nos debruçamos sobre alguns aspectos que não devem ser subestimados. Read more

O comportamento do consumidor em Portugal após a pandemia

Quantas vezes durante os últimos meses nos deparamos com o pensamento sobre como será o mundo após a pandemia estar Read more

A oportunidade de formação profissional em Portugal

Muitas são as possibilidades para os brasileiros que desejam e querem iniciar uma nova vida em Portugal. Uma delas que Read more