Comprando franquia em Portugal: 3 coisas que você precisa saber

Tempo estimado de Leitura: 8min

Postado em 24 de agosto de 2021 /
Compartilhe:

Ter o seu próprio negócio como opção de carreira e, junto, aquela vontade de ser dono do seu próprio negócio é o primeiro sentimento do empreendedor. Todo o resto é esquecido pois a realização de um sonho se destaca nesse momento. 

Entretanto, todo empreendedor além de ter propósito tem que acreditar e ter identificação com o negócio. Em especial quando vai se empreender em um outro país, mesmo sendo Portugal. 

Aqui, o nosso foco é falar em empreender através da compra de uma franquia.

Todos que procuram um negócio, querem procurar uma identificação com o negócio que irá adquirir, e o franchising é uma ótima combinação entre obter um primeiro negócio e também um menor risco sobre o teu empreendimento. 

Franchising como opção para empresários

O sistema de franchising, da maneira que é construído, dá ao empreendedor diversas ferramentas para diminuir o risco do primeiro negócio, na medida em que, o franqueado compra uma marca conceituada e já bem posicionada no mercado, eliminando as adversidades primárias dos empreendedores. Para saber mais, leia o artigo  Afinal o que é Franchising.

A compra de uma franquia envolve diversas etapas, desde a identificação do seu perfil de empreendedor (sim, você possui um perfil e cada empreendedor é diferente!), até a sua efetiva compra, em que deve haver um investimento inicial, um planejamento para mensurar quando que vai haver o retorno deste dinheiro, como saber a franquia mais rentável, enfim tem que se fazer muito bem a lição de casa e com capricho e atenção.

E então, por onde começamos? Este artigo irá te dizer as 3 coisas que você precisa saber antes de comprar a sua franquia! Vamos lá ? 

 

 

•   VOCÊ TEM PERFIL PARA SER UM FRANQUEADO DE SUCESSO?

Não basta ser um empreendedor, ter as habilidades comportamentais desejáveis, ter iniciativa, liderança, autoconfiança, capacidade de investimento, as softs skills e hards skills

A primeira coisa que o futuro franqueado tem que se questionar é: é isso mesmo que eu quero para a minha vida? 

Ter a consciência de que apesar de ser o seu negócio, você não pode fazer aquilo que você quer. Tem que seguir as regras,  a padronização e as diretrizes da franqueadora. 

Para ser um franqueado de sucesso  você deve começar por pesquisar e definir o segmento do negócio em que vai querer investir. A primeira coisa que um futuro franqueado deve procurar são os “melhores” setores, ou o setor de sua preferência. 

Veja a tendência desse setor, estude o mercado da franquia, seu potencial, se está promissor ou não. E se questione “é isso mesmo que eu quero?”, envolva a sua família (uma análise 360 do perfil do empreendedor ajuda nesse matching entre o seu perfil e a escolha da franquia), pois é extremamente importante haver uma compatibilidade entre o setor escolhido e o tipo de negócio que você deseja comprar. 

O estudo do segmento é muito importante! 

Em Portugal existem diversos segmentos de mercado e o franchising já está bem estabelecido e muito bem conceituado no país, entretanto, sugerimos a leitura de outro artigo para perceber melhor a diversificação das áreas em Portugal.

Cada setor possui a sua especialidade em relação ao tipo de negócio, bem como uma tendência e evolução, por isso é muito importante uma consultoria nesta etapa para perceber melhor essa tendência. Partindo de um ponto bem definido, ou seja, escolhendo bem o setor, o resto acaba por acontecer com mais naturalidade! 

•   AVALIE MUITO BEM A FRANQUEADORA

A segunda coisa que deves fazer é avaliar muito bem a franqueadora. Depois de definir o setor e já estar com uma marca ou marcas na mesa, é muito bom tentar perceber como a franqueadora funciona e se relaciona com o seus franqueados. 

Qual o suporte que a franqueadora possui? Ela disponibiliza treinamento para os franqueados? Ou ela possui um suporte e uma rede de franqueados forte e consolidada? Isso tudo vai influenciar diretamente na sua escolha antes de decidir comprar uma marca. 

Apesar do franqueado ser avaliado pela franqueadora, a franqueadora também deve ser muito bem avaliada por quem vai adquirir a franquia.

Faz parte do processo haver uma identificação na compra do negócio, bem como haver uma identificação em relação ao modo de trabalho e modus operandi da franqueadora. 

Por isso, essa é a hora de conversar com outros franqueados e também com a marca, para perceber que tipo de apoio e relacionamento ela espera ter! Dessa forma, ninguém fica surpreendido e a relação entre franqueado e franqueador tem tudo para correr perfeitamente bem!  

•   ENTENDA COMO É FAZER NEGÓCIO EM PORTUGAL.

Por último, não devemos esquecer que conhecer o mercado do franchising português será fundamental neste processo de compra de franquia! 

As leis, o funcionamento, a dinâmica do país, como se relacionar com o português, o timing das coisas, entre outras, influencia diretamente na sua escolha. 

Não podemos tratar dois países diferentes da mesma maneira, principalmente, quando vamos fazer negócios! Cada casa tem as suas regras, não é mesmo? Então, para isso uma boa consultoria facilita muito a vida do empreendedor que quer iniciar um projeto e comprar uma franquia em Portugal. 

Os portugueses desenvolveram conceitos também muito enriquecedores e um bom empreendedor começa por entender isso e utiliza a bagagem brasileira de forma positiva nos negócios em Portugal. Você, com certeza, possuirá uma mais-valia em relação aos demais franqueados, sempre com respeito pelo país que será a sua nova casa! 

Então, estás à espera do que ? Vem para Portugal e compre a sua franquia! Vamos conversar?

 

 

Sobre o autor,

Fernanda Borges Esposito

Formada em Gestão com MBAs em Gestão de Negócios & Empreendedorismo e Trade Marketing pela BI International Business School, e especializações em Marketing  e Gestão de Terceiro Setor. Executiva com mais de 20 anos que desenvolveu e liderou projetos e iniciativas inovadoras com foco em Internacionalização, Planejamento Estratégico, Marketing, Retalho, Franchising, Sustentabilidade e Empreendedorismo Social no Brasil e no exterior. É sócia fundadora da 2Luck, empresa de consultoria de novos negócios, internacionalização e sustentabilidade em Portugal, com metodologia própria aplicada em empresas de diversos segmentos e Head of Franchising da Atlantic Hub. É palestrante e formadora nos cursos da APF – Associação Portuguesa de Franchising e mentora no Programa Google for Startups Accelerator.

Compartilhe:

Posts Relacionados


O que tenho que saber antes de comprar uma franquia em Portugal

Empreender é relativamente simples, mas não é fácil, ainda mais quando o projeto visa outro país. Muitos empreendedores pensam que Read more

Missão Web Summit 2021

Anos atrás, em meu primeiro Web Summit em Portugal, fui tomado por tantas sensações que tenho até dificuldade em lembrar Read more

Como se tornar um bom franqueador?

Se você está a procurar um artigo para falar sobre como se tornar um franqueador, é muito claro que você Read more

Ampliando os horizontes com uma viagem

Uma viagem jamais deveria ser vista apenas como um local que iremos conhecer. Uma viagem representa em diversas situações uma Read more