Como se tornar um bom franqueador?

Tempo estimado de Leitura: 8min

Postado em 2 de setembro de 2021 /
Compartilhe:

Se você está a procurar um artigo para falar sobre como se tornar um franqueador, é muito claro que você deseja franquear o seu negócio, correto? Então, este artigo é para ti!

Neste artigo vamos abrir espaço para refletir em como você, futuro franqueador, irá se tornar, efetivamente, o melhor franqueador! Vamos lá? 

 O sistema de franchising é um modelo de expansão de negócios formatados e já testados,  por isso a primeira coisa a averiguar é se o seu negócio, como está montado hoje, irá suportar essa expansão. 

Você como empreendedor está preparado para democratizar a sua marca, seus produtos, ou seja, seu modelo de negócio?

Pergunte-se se está disposto a ter parceiros de negócios dentro do seu próprio negócio. Quais serão os terrenos novos que você irá querer explorar? Tudo isto são boas questões para serem feitas a título de reflexão antes de pensar no franchising em si. 

•   Quero expandir o meu negócio mas não tenho capital suficiente para isso.
   Percebo que minha marca é querida e desejada pelos clientes, e que me perguntam se é franquia.

Muitas vezes o negócio está bem como está, e uma expansão não é a melhor solução. Muitos donos de marca, não vêem as franquias dessa forma e acabam por achar que o problema está no sistema de franchising, quando realmente não está. 

Por isso, achamos que essa deve ser a sua reflexão inicial: estou pronto para expandir? 

Se a resposta for sim, então podes continuar a ler que este artigo é perfeito para ti! Se não, leia na mesma que tenho a certeza que ficará com vontade de estar pronto para expandir!

 

 

Expandindo por meio do Franchising  

Primeiramente, deves perceber se estás mesmo no momento certo para isto. O momento ideal de se tornar um franqueador é quando o seu negócio está bem consolidado no mercado e você já possui uma estrutura para que possa assegurar o seu sistema de franchising. 

O que é comercializado no mercado de franchising é o direito sobre o uso da marca por parte do franqueado, portanto, para você se tornar um franqueador, o primeiro passo é planejar bem o processo para franquear a sua marca e avaliar se a sua marca possui um valor de mercado! 

Nomeadamente, dentro deste processo, faz parte: definir bem o perfil de franqueado que você procura, o preço do seu negócio, ou seja, quanto que será o investimento inicial do franqueador, bem como definir um modelo de contrato padrão (por exemplo, aqui em Portugal não existe o COF- Circular de Oferta de Franquia, por isso os contratos são mais flexíveis e diversificados entre as franquias). Tudo isso são aspectos que vão facilitar a tua vida para você ingressar no sistema de franchising com o pé direito!  

É importante lembrar que: tudo isto irá definir como será o início da tua jornada como franqueador, e por isso, uma boa consultoria é aconselhável! E nós da AtlanticHub possuímos um time especialista em franchising que, com certeza, poderá te auxiliar nesta nova jornada! 

Como se tornar um franqueador de fato?

O processo de se tornar um franqueador começa pelo fato de você ter que identificar o seu perfil como dono do negócio (o seu perfil de empreendedor). E este perfil irá ditar qual a relação que você procura ter com os seus franqueados. 

Desde já, é importante ressaltar que uma comunicação efetiva e próxima com os franqueados (que estão no dia-a-dia do negócio), é muito importante para manter a rede de franqueados eficiente e com um bom funcionamento. Os franqueados devem ter o sentimento de apoio! 

 

 

Suporte do Franqueador 

E como eu dou este suporte ao franqueado? O apoio pode ser dado de várias formas. Uma delas, e a mais frequente, é o franqueador disponibilizar um bom treinamento para passar o know-how da marca de forma eficiente. 

Portanto, como futuro franqueador, você deve perceber se não vais precisar de uma equipa ou um departamento que te ajude a cuidar dos seus franqueados.  

É importante ressaltar que quem vai procurar comprar uma franquia, são empresários ou investidores que desejam ter seu próprio negócio, porém não querem iniciar tudo do zero… 

O sistema de franchising traz a segurança do retorno do investimento, pois um franqueador já bem preparado, sabe todos os seus números. Você, como franqueador, terá o dever de repassar essas informações para os seus futuros franqueados, já que ao adquirirem o negócio, todos esses fatores terão de ser avaliados.  

O processo não termina com a compra da franquia, mas vai muito mais além: o franqueador vai ser a pessoa que vai vestir a camisa da marca nos franqueadores!

O papel do franqueador é se tornar a pessoa que vai transmitir o amor e a história da marca para aquela pessoa que vai adquirir o seu negócio! Portanto, a identificação entre franqueado e franqueador é uma mais-valia, e isso só é alcançado com uma boa análise de perfil dos candidatos na hora da compra da franquia.  

Portanto, não basta ser um franqueador, você deve ser um bom franqueador, para que o seu negócio continue tendo sucesso e perpetue todo o seu legado! 

Estás à espera do que? Vem ser um franqueador e expanda seu negócio! 

 

 

Sobre a autora:

Fernanda Borges Esposito, é formada em Gestão com MBAs em Gestão de Negócios & Empreendedorismo e Trade Marketing pela BI International Business School, e especializações em Marketing  e Gestão de Terceiro Setor. Executiva com mais de 20 anos que desenvolveu e liderou projetos e iniciativas inovadoras com foco em Internacionalização, Planejamento Estratégico, Marketing, Retalho, Franchising, Sustentabilidade e Empreendedorismo Social no Brasil e no exterior. Fez parte do comitê de sustentabilidade da NRF em Nova York (National Retail Federation), bem como fez parte do comitê de criação dos indicadores de sustentabilidade para franquias do Instituto Ethos. É sócia fundadora da 2Luck, empresa de consultoria de novos negócios e internacionalização, em Portugal, com metodologia própria aplicada em empresas de diversos segmentos e Head of Franchising da Atlantic Hub. É palestrante e formadora nos cursos da APF – Associação Portuguesa de Franchising e mentora no Programa Google for Startups Accelerator. Foi também vencedora do prêmio “Franchising de Baixo Carbono” pela ABF- Associação Brasileira de Franchising e do Prêmio Internacional do programa Exportação de Frutas Brasileiras em conjunto da Apex. 

 

Compartilhe:

Posts Relacionados


Advogar em Portugal: Como são as oportunidades no exterior

Advogar em Portugal pode representar uma boa oportunidade para quem está pensando em migrar para outro país exercendo sua atividade. Read more

Missão Web Summit 2021

Anos atrás, em meu primeiro Web Summit em Portugal, fui tomado por tantas sensações que tenho até dificuldade em lembrar Read more

Ampliando os horizontes com uma viagem

Uma viagem jamais deveria ser vista apenas como um local que iremos conhecer. Uma viagem representa em diversas situações uma Read more

Atlantic Station – Seu Hub de inovação em Portugal

O tempo passa rápido e, assim como eu, você também deve perceber isso. Imagine que a pouco mais de cinco Read more