O cenário do empreendedorismo feminino em Portugal

Tempo estimado de Leitura: 6min

Postado em 24 de março de 2022 /
Compartilhe:

E no mês que celebramos mais um Dia Internacional da Mulher, um conteúdo voltado para elas e o cenário do empreendedorismo feminino em Portugal

Afinal, o que se espera desta data? Além das diversas mensagens de parabéns que vemos por aí todos os anos, a data também existe para refletirmos, nos questionarmos e buscarmos o nosso espaço – principalmente quando se trata do mercado de trabalho em Portugal.

As mulheres e o mercado de trabalho

Quantas empreendedoras mulheres você conhece? Quantas líderes você conhece? A resposta pode não ser a mais positiva, afinal, o cenário ainda é majoritariamente masculino. Mas posso dizer que cada vez mais estamos próximos de um ambiente equilibrado entre homens e mulheres ‘no comando’, guiando e empreendendo por aí!

Poderíamos escrever diversos conteúdos sobre o machismo e obstáculos que mulheres enfrentam diariamente no mercado de trabalho e mundo dos negócios, mas acredito que o intuito não seja esse. Existe sim, a dificuldade de ser enxergada como profissional, na rotina, em reuniões.

Uma conversa com uma mulher, e tenho certeza que dezenas de histórias – infelizmente – virão. Seja falta de credibilidade ao expor opinião ou sua expertise sobre determinado assunto, interrupções durante a fala, entre tantos outros.

Mas hoje o foco não é esse.

Queremos te apresentar o cenário atual – ainda em construção – mas que tem brilhado os olhos de muitas mulheres, dado espaço a outras e criado uma legião de mulheres parceiras, sonhadoras e empreendedoras!

 

O empreendedorismo feminino em Portugal

Por aqui você já está cansado (a) de ver conteúdos que exaltam Portugal. Seja pela infraestrutura, oportunidade de novos negócios, qualidade de vida, hub de inovação e tecnologia… sempre trazemos diversos benefícios que justificam o grande número de brasileiros por lá.

Mas há também uma forte conexão entre o país e os negócios liderados por mulheres especificamente, sabia? Isso porque Portugal foi eleito o 6º melhor país para mulheres empreendedoras, ficando atrás apenas de países como (na ordem): Nova Zelândia, Suécia, Canadá, Estados Unidos e Singapura. Vale dizer que o estudo analisou 57 países.

O estudo teve como base as melhores oportunidades e apoio oferecidos pelo país, além de também concluir que as mulheres empreendedoras tendem a prosperar mais economicamente em seus negócios.

Outra boa notícia é que o país lidera o ranking de países com o empreendedorismo feminnino em ascenção na região euro-mediterrânicos, com um total de 37,2%, seguido da Croácia, com um total de 31,5%.

Além disso, Portugal ganha destaque por ter mais de 30% de lugares no Parlamento ocupado por mulheres, sabia? Mais um ponto para o país!

E quando falamos no empreendedorismo feminino em Portugal, não estamos apenas falando das mulheres nativas não, viu? Dados do ACM (Alto Comissariado para as Migrações) apontam que cerca de 75% dos projetos apresentados por brasileiros com apoio da entidade eram liderados por mulheres.

Who run the world? WOMAN!

Todo esse avanço e portas abertas que vemos hoje, claro, é reflexo de um comportamento que vem mudando nos últimos anos. O mundo tem mudado cada vez mais, e com isso, temos cada vez mais exemplos de mulheres que conciliam suas vidas particulares – casamento, maternidade, família – com emprego e uma carreira brilhante.

Na política, na literatura, na economia, no esporte, na liderança e, agora também no empreendedorismo. Nós vimos que a presença feminina em Portugal é forte, e um cenário desses é responsável por incentivas e atrair cada vez mais mulheres.

É impossível não admirar uma mulher que concilia todas as suas funções, enfrentando ainda muitos obstáculos no dia a dia e no mercado de trabalho, trilhando sua própria carreira e abrindo espaço para o seu negócio, novos empregos e um novo legado.

Para inspirar!

Por aqui temos o grande exemplo de Chitra Stern, uma mulher determinada que saiu de Singapura aos 19 anos e desde então faz história pelo mundo. É sócia, com o seu marido, do Martinhal, rede de hotéis e resorts de luxo em Portugal.

Já falamos dela aqui em nosso blog – em que apresentamos o cenário “Portugal de braços abertos para todos os empreendedores do mundo, com a história inspiradora de Chitra.

E acredite, muito do cenário, ainda em expansão, de mulheres empreendedoras, se deve a mulheres como Chitra, destemidas e inovadoras, que vão além do que a sua “geração está pré-determinada” a seguir.

Das pequenas a grandes empresárias, é sempre inspirador ver que outras mulheres também estão seguindo o caminho de realizar sonho e criar seu próprio negócio.

Talvez sua avó ou mãe não tenham tido essa oportunidade, afinal, os tempos eram outros – mas com certeza foi graças aos feitos delas, que trilharam o caminho para onde percorremos hoje.

E não há dúvida, mas quanto mais conversamos e passamos para as próximas gerações, mais conquistaremos. Seja no mercado de trabalho ou em qualquer área onde as mulheres queiram estar. Desde que seja, sobretudo, a base do respeito, da igualdade e da liberdade de trilhar o próprio caminho.

Compartilhe:

Posts Relacionados


2022: o ano para acelerar e expandir

2022 é, com certeza, o ano para pisar no acelerador e expandir quando o assunto é internacionalização.  Com um mundo Read more

South Summit Brasil, devemos e precisamos estar conectados ao mundo

O South Summit Brasil, evento surgido em 2012 — época em que uma crise econômica assolava a Espanha, enfraquecendo as Read more

Missão Empresarial como conexão entre empresários e entidades

A missão empresarial nasceu na Atlantic Hub como uma espécie de MBA em internacionalização. Nos nossos sete últimos anos, os Read more

Como abrir uma empresa em 2022

Muitos brasileiros planejam abrir uma pequena empresa em Portugal, como forma de garantir seu sustento e de obter um visto Read more