Missão Real State, Vale do Paraíba conectado com Portugal

Tempo estimado de Leitura: 11min

Postado em 23 de agosto de 2022 / , ,
Compartilhe:

No último mês de junho de 2022, a Atlantic Hub realizou a missão Real State, com forte presença do setor brasileiro, liderado por empresários do Vale do Paraíba.

A missão teve como protagonistas o movimento criado no Vale do Paraíba em São Paulo, chamado Desenvolve Vale

O Desenvolve Vale tem como objetivo promover relações empresariais e valorizar a importância dos setores produtivo, industrial e de serviços no desenvolvimento sustentável das cidades do Vale do Paraíba. 

Tem como conselheiros algumas das principais lideranças empresariais com atuação na região, dos mais variados setores.

Como já abordado em outros artigos, temos na Atlantic Hub a importante missão de ajudar empresários brasileiros de inúmeros setores a empreenderem, compreenderem e investirem em Portugal.

Vale dizer também, que acreditamos sempre que Portugal é a porta de entrada natural para a Europa e África. 

Nesta importante missão, desbravamos o segmento imobiliário compreendendo oportunidades, números e formas de investimento, bem como legalização e licenças necessárias. 

Vamos avançar e entender este importante momento da economia brasileira. 

 

DESENVOLVE VALE, PRIORIDADES E OBJETIVOS

 

Como pilares, o Desenvolve Vale acredita que promovendo relações empresariais é possível gerar novos negócios e valorizar o papel e a importância do empresariado no desenvolvimento econômico do Vale do Paraíba, contemplando a geração de empregos e renda para estimular o crescimento.

Debatendo planos e metas para o crescimento sustentável da região, é possível estruturar novas relações e demonstrar aos órgãos públicos, se necessário, as demandas dos empreendedores.

Fortalecendo a governança corporativa, será possível aperfeiçoar o conhecimento empresarial e o conjunto de processos, políticas, leis e culturas que tratam sobre a maneira como uma empresa é dirigida e administrada. 

Este, inclusive, foi um dos pontos mais fortes da missão Real State. Conhecendo de fato a governança deste setor em Portugal, muita troca pode ser feita.

A defesa da ética é também pedra fundamental no Desenvolve Vale. Defendendo os princípios democráticos com a ética, a eficiência na gestão nos setores públicos e privados e a livre iniciativa do desenvolvimento econômico e social das cidades do Vale, é possível ir muito mais longe. Internacionalizando empresas e gerando riqueza local e pelo mundo. 

Apoiar o desenvolvimento sustentável, sensibilizar os setores privados e públicos para ações voltadas ao desenvolvimento sustentável, além de estimular e apoiar programas comunitários e sociais nas cidades que compreendem o Vale abrem novos campos.

Muito existe de sinergia entre Brasil e Portugal, mas apenas quando nos debruçamos para entender o que temos em comum e no que somos diferentes podemos construir pontes e não crises. 

 

DESAFIOS E OPORTUNIDADES DO SETOR DE REAL STATE EM PORTUGAL

 

O segmento imobiliário em Portugal tem demandas que causam até falta de ar. Imagine você que em 2021 o déficit habitacional neste país era superior a 150 mil casas. 

Quando estudamos a quantidade de pessoas que compartilham residências, por exemplo, morando com suas famílias em quartos, podemos considerar que este número passa das 200 mil casas. 

Os desafios deste setor são imensos e entendo que eles representam sim, grandes oportunidades desde que entendamos o que faz sentido em Portugal.

Desta maneira, jamais se esqueça que podemos ajudá-los entendendo o mercado através da nossa análise e diagnóstico do setor, bem como apoiando nas ações seguintes. Entenda alguns dos desafios deste segmento para começar a elaborar seu plano estratégico conosco. 

O ano de 2021 pode ter sido um ano marcado pela escassez de mão de obra no mercado da construção e imobiliário, aliado a uma crise de matérias primas e dificuldade em agilizar serviços municipais face aos licenciamentos, o setor demonstrou ter sido um dos mais resilientes.

O Guia do Mercado Laboral 2022 da Hays fez uma análise às tendências de empregos e salários, para além das dinâmicas de recrutamento em áreas e setores de mercado, e estas são as perspectivas para a construção e imobiliário em 2022.

Alguns destaques que devem ser levados em consideração:

Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) – prevê-se o início de novos projetos na área da construção que vão estimular o setor.

IVA Construção 23% – pode ser problemático para este mercado e tem disparado os preços da construção. Os investidores privados não vão considerar o imobiliário de classe média, tendo em conta o valor dos impostos, tornando-se inviável o desenvolvimento deste tipo de projeto.

Vistos Gold – podem tornar-se um entrave ao desenvolvimento de grandes projetos em Portugal, levando os investidores a olhar para outras geografias para investir.

Em 2022, segundo a análise realizada, há também ainda um longo caminho para a profissionalização e digitalização do setor, ponto este que oferece oportunidades inclusive para empresas de tecnologia do Brasil. 

No entanto, é de considerar diversos projetos previstos no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), bem como uma estratégia a longo prazo para a Renovação de Edifícios (ELPRE), embora ainda existam poucas medidas de apoio ao privado nesta matéria.

Prevê-se que este ano continue a faltar mão de obra no setor. Segundo a Hays, os perfis de Diretor de Obra e Encarregado Geral continuam a ser muito procurados, pelo crescimento e investimento no mercado da construção e desenvolvimento das obras públicas e privadas. 

Os empreiteiros procuram profissionais experientes e capazes de assumir a responsabilidade da dimensão das obras em curso. Por sua vez, o setor imobiliário tem apostado em perfis de Gestão de Projeto e ligados às vendas e marketing, visando a promoção de produto e desenvolvimento nos diferentes canais de comunicação.

 

MISSÃO REAL STATE, OPORTUNIDADES E INVESTIMENTOS

 

Durante a missão foi possível perceber o entusiasmo do mercado bancário com as oportunidades que existem de investimento no setor. 

Os juros ajudam, pois, embora em elevação, não passam de 2% ao ano em financiamentos deste setor. De olho nos investidores brasileiros, muitas empresas já fundaram suas bases em Portugal para começar a construção de empreendimentos. 

Se o crédito existe, o que em muitos casos é uma barreira e limitação são as licenças para liberação dos terrenos e imóveis. 

Este é, inclusive, um dos pontos que ainda resistem a mudanças. Para você ter noção de como esta é uma questão sensível, é possível que caso seja do seu interesse construir em Sintra, você precisa registrar seu imóvel em um papiro escrito à mão.

A necessidade de digitalização neste setor é urgente e agilizaria os investimentos muitas das vezes estancados devido à demora nas liberações. 

 

 

 

 

 

 

Ao longo dos últimos anos, a Atlantic Hub tem estruturado sua operação, inclusive neste setor. Contamos hoje com uma área exclusiva para a aquisição de imóveis, investimentos e aluguéis. 

A Conexão Europa Imóveis é o seu destino final para a efetivação do seu negócio em Portugal.

Dúvidas sempre existem. Marque um momento comigo e vamos, juntos, conversar para alinhar os próximos passos. 

 

 

Sobre o autor,

Benício Filho – Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente também está concluindo o curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador dá Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio fundador da Agência Incandescente, sócio fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal), atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros. Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”.

Compartilhe:

Posts Relacionados


Empreender em Portugal não basta ter produto ou serviço

Pesquisando rapidamente no Google, descobrimos que a sentença ‘empreender em Portugal’ tem sido uma das mais pesquisadas pelos brasileiros nos Read more

Atlantic Connection 2022, percepções e insights

O Atlantic Connection 2022 retorna ao formato presencial e neste ano, literalmente, se consolida como o principal evento do Brasil Read more

As principais semelhanças e diferenças entre Brasil e Portugal

No artigo de hoje, você irá conhecer quais são as principais semelhanças e diferenças entre Brasil e Portugal. E se Read more

Como registrar uma marca em Portugal

Se você tem uma ideia para um modelo de negócio e sabe como concretizá-la, faltam os últimos pormenores: registrar uma Read more