Conheça a cidade do Porto, em Portugal

Tempo estimado de Leitura: 9min

Postado em 31 de outubro de 2022 / , ,
Compartilhe:

A cidade do Porto é um belo destino do norte de Portugal, repleta de atrações, igrejas, monumentos e belas paisagens urbanas. É também conhecida pelo famoso vinho do Porto. Como é a cidade mais populosa e importante economicamente de Portugal, é também a segunda mais visitada por turistas e está sempre repleta deles durante todo o ano. 

Mas quando se trata de morar no país, será que os custos valem a pena e a cidade é mesmo agradável? Vamos te mostrar neste artigo como é morar no Porto. Confira!

Como é morar no Porto?

Morar na cidade do Porto é sinônimo de tranquilidade, mas também agitação: Porto é a segunda maior cidade de Portugal, mas tem uma grande essência interiorana. Por outro lado, a vida é bastante pulsante com um ótimo comércio local, diversos eventos culturais, muitos bares e restaurantes e baladas que vão até o amanhecer.

Com uma alta qualidade de vida, a cidade oferece um ensino de excelência, o equilíbrio perfeito entre trabalho e vida pessoal, com ótima infraestrutura para todos os moradores, boas ofertas de emprego e boa segurança.

Para quem não gosta do inverno, pode acabar sofrendo bastante com o clima frio e chuvoso, mas quando a primavera floresce, tudo fica lindo!

 

Melhores bairros e regiões

Antes de listar, vale dizer que os bairros, em Portugal, são chamados de freguesias. Na cidade do Porto, existem 7 freguesias, sendo que três delas são Uniões de Freguesias. São elas:

União das Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (bairros nobres);

União das Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória (maior fluxo de turistas com comércios, bares, baladas e restaurantes);

Bonfim (ótimo para famílias);

Campanhã;

Paranhos (bairro familiar e universitário);

Ramalde;

Freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos (bom para famílias, mas um pouco longe do metrô);

 

Custo de vida

Se está planejando morar na cidade do Porto, vai precisar planejar os gastos mensais. O aluguel de um apartamento de 1 quarto varia, em média, de 508€ a 660€, dependendo o quão próximo do centro você ficar. 

Apartamentos de 3 quartos variam de 847€ a 1.158€. Já os quartos individuais para alugar são mais baratos, variando entre 280€ e 350€.

As contas do mês para uma casa de até 86m² (eletricidade, aquecimento, resfriamento, água, lixo, tv, e internet) ficam em torno de 145€, mas tendem a aumentar no inverno. Para alimentação, um adulto gasta em média 130€ por mês. 

Você também pode entrar nos sites dos supermercados e simular uma compra de acordo com suas necessidades para ter uma estimativa mais realista dos valores (redes famosas como Continente, Pingo Doce e Lidl possuem esse serviço).

Quando se trata de gastos com saúde, para morar em Portugal, é necessário ter um comprovante de assistência à saúde, que pode ser o PB4 ou um seguro viagem. O seguro viagem tem cobertura de pelo menos 30 mil euros para atendimento médico hospitalar em clínicas e hospitais privados. 

Os brasileiros podem contar com o sistema de saúde público, pois o governo português garante o atendimento. O Brasil tem um acordo com Portugal de assistência médico-hospitalar para contribuintes ou beneficiários do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) brasileiro e profissionais autônomos também têm esse direito. Para tanto, você deve solicitar o PB4 online e gratuitamente (Certificado de Direito a Assistência Médica – CDAM) pelo portal do governo brasileiro.

É importante lembrar que a saúde pública em Portugal é paga, ou seja, ao se consultar e realizar exames na rede pública é preciso pagar uma taxa moderadora, com exceção das consultas programadas com o médico de família no centro de saúde.

O ensino em Portugal é gratuito a nível básico. No entanto, o ensino superior é pago, mesmo nas Universidades públicas. Para brasileiros, uma licenciatura custa em média 1.925€, um mestrado 2.750€ e um doutorado 3.300€ (valores anuais).

Para ter um comparativo, temos este conteúdo também, com os principais custos para manter um escritório em Lisboa. Vale a pena a leitura!

Imagem: cidade do Porto

 

Mercado de trabalho

Como a cidade do Porto é a segunda maior cidade do país, há muitas oportunidades de emprego na cidade e arredores. São várias as empresas de pequeno a grande porte instaladas nas cidades, inúmeras Startups e incubadoras que têm contribuído para o desenvolvimento econômico e tecnológico da cidade e da região norte.

Além disso, a região metropolitana abriga um enorme polo industrial. Se você está pensando em trabalhar no Porto, o ideal é deixar o currículo atualizado e ficar de olho nos sites de emprego em Portugal. Dentre as áreas mais promissoras, destacam-se:

Tecnologia da Informação;

Marketing;

Economia/Administração;

Turismo;

O salário na cidade do Porto varia de acordo com o setor e o cargo ocupado. De maneira geral, o salário médio está próximo dos 1.350€ e o salário mínimo de Portugal é 705€.

 

Vantagens e desvantagens

Entre as vantagens de se morar na cidade do Porto, podemos citar segurança, muitas atrações turísticas e culturais, qualidade de vida, excelente rede de ensino e transporte público eficiente. Como nem tudo são flores, as desvantagens incluem grande quantidade de turistas, clima úmido e chuvoso e pouca oferta de imóveis (o que os deixa mais caros).  Se você procura estabilidade, educação, qualidade de vida sem abrir mão de uma cidade com bastante cultura, lazer e vida noturna, Porto é uma ótima opção. 

 

Conheça também:

A cidade de Sines como opção para brasileiros

 

 

Sobre o autor

Benício Filho – Formado em eletrônica, graduado em Teologia pela PUC SP, com MBA pela FGV em Gestão Estratégica e Econômica de Negócios, pós-graduado em Vendas pelo Instituto Venda Mais, Mestrando pela Universidade Metodista de São Paulo na área de Educação e pós-graduado em Psicanálise pelo Instituto Kadmon de Psicanálise. Atualmente também está concluindo o curso de bacharelado em Filosofia pela universidade Salesiana Dom Bosco. Atua no mercado de tecnologia desde 1998. Fundador do Grupo Ravel de Tecnologia, Cofundador dá Palestras & Conteúdo, Sócio da Core Angels (Fundo de Investimento Internacional para Startups), sócio fundador da Agência Incandescente, sócio fundador do Conexão Europa e da Atlantic Hub (Empresa de Internacionalização de Negócios em Portugal), atua também como Mentor e Investidor Anjo de inúmeras Startups (onde possui cerca de 30 Startups em seu Portfólio), além de participar de programas de aceleração como SEBRAE Capital Empreendedor, SEBRAE Like a Boss, Inovativa (Governo Federal) entre outros. Palestrando desde 2016 sobre temas como Cultura de Inovação, Cultura de Startups, Liderança, Empreendedorismo, Vendas, Espiritualidade e Essência, já esteve presente em mais de 230 eventos (número atualizado em dezembro de 2020). É conselheiro do ITESCS (Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul), bem como em outras empresas e associações. Lançou em dezembro de 2019 o seu primeiro livro “Vidas Ressignificadas” e em dezembro de 2020 “Do Caos ao Recomeço”.

Compartilhe:

Posts Relacionados


Trabalho remoto e a oportunidade de morar em Portugal

Com a pandemia, o trabalho remoto, que antes era pouco comum, passou a se tornar a preferência de muitos. Em Read more

As Universidades que aceitam o ENEM em Portugal

É cada vez maior o número de estudantes brasileiros que desejam fazer a graduação em Portugal, por conta da facilidade Read more

Golden Visa para brasileiros: o que as estatísticas nos mostram

Não faz muito tempo que nós publicamos aqui, um conteúdo sobre o Visto Gold, ou Golden Visa, que é uma Read more

Requisitos para entrada de brasileiros em Portugal em 2022

Planejamento uma viagem para a Europa? No conteúdo de hoje, vamos te apresentar os principais requisitos para a entrada de Read more